Pesquisadores da Universidade Federal do Pará publicam descoberta sobre a condutividade do grafeno

Um dos elementos mais importantes nos estudos de física contemporânea, o grafeno, foi objeto de um trabalho apresentado por um grupo de pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA). No dia 28 de abril, os pesquisadores publicaram na  revista científica internacional Nuclear Physics B uma nova forma simples de controlar as propriedades de transporte desse material, fato que pode proporcionar impactos positivos no mundo da tecnologia.

Em inglês, o artigo pode ser lido no seguinte link: Inhibition of the Fermi velocity renormalization in a graphene sheet by the presence of a conducting plate.

Para realizar a nova descoberta, os pesquisadores utilizaram uma placa metálica condutora nas vizinhanças da folha de grafeno para controlar os efeitos da condutividade do material. Essa condutividade depende de alguns fatores, como a desordem, as impurezas e a velocidade com que os elétrons se movimentam na estrutura eletrônica, chamada de velocidade de Fermi.

O grupo desenvolveu uma forma simples de controlar velocidade, alterada pela interação eletromagnética entre os elétrons. Fazem parte do grupo os pesquisadores Danilo Alves, Jeferson Silva, Alessandra Braga, Wagner Pires, Van Sérgio Alves e Eduardo Marino.

De acordo com o professor Van Sérgio Alves, pesquisador do grupo, financiado pela Capes, CNPq e FAPERJ, o resultado dessa pesquisa pode ser usado na construção de dispositivos eletrônicos que usam essa propriedade de transporte. “A importância dessa descoberta é o fato de que, sendo a velocidade de Fermi um dos parâmetros que afetam as propriedades de transporte do grafeno, encontrar uma maneira de controlar esse parâmetro é o mesmo que controlar a sua condutividade”, declara o professor.

Material resistente – Desde a sua descoberta, o grafeno tem atraído a atenção do comunidade científica por suas incríveis propriedades físicas e químicas. Ele é um material bi-dimensional organizado numa estrutura hexagonal em cujos vértices encontram-se os átomos de carbono. Essa estrutura lhe permite ser o material mais resistente que se conhece, é praticamente transparente à luz e possui um grande limite elástico. O material é muito especial por suas características de transporte. Como os elétrons são relativísticos, pode-se dizer que o grafeno é uma ponte entre a física da matéria condensada e a física de altas energias.

Texto: Caio Maia – Assessoria de Comunicação da UFPA.

Anúncios

Uma resposta

  1. […] via Pesquisadores da Universidade Federal do Pará publicam descoberta sobre a condutividade do grafeno … […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: